Somos os Filhos da Liberdade

Para mim, que tenho apenas 22 anos, falar do 25 de Abril dá me um certo orgulho. É falar da revolução que devolveu a liberdade a um povo durante 48 anos amordaçado pela censura.

25 de Abril de 1974, dia em que ficou para a história da democracia portuguesa, o dia em que o povo saiu a rua e que bem alto gritou LIBERDADE, contra um regime que durante anos oprimiu, hostilizou e matou a liberdade individual de cada um.

Durante os anos de opressão, direitos, opiniões, não podiam ser livremente discutidos ou falados, ou qualquer manobra que fosse de ideia contraria ao regime…

Mas veio o ano de 74, e com ele a revolução, que veio trazer esperança, e o cravo vermelho que de improviso simbolizou a liberdade, e uma nova alegria ao povo, que finalmente via uma oportunidade a um país que começava a renascer, a florir mais forte e mais democrático.

Foi e é um dos maiores marcos da história de um povo. É a vitoria de um povo que durante anos viveu amordaçado pela censura, pela opressão e que há 46 anos o povo viu as portas de abril abrir-se, um país a renascer e um povo a voltar a sorrir, depois de tanto tempo ter vivido amarrado a um poder totalitário, manipulador, opressor, sem que livremente as pessoas pudessem livremente dizer ou fazer o que pensavam.

Há 46 anos lutaram pelo que temos hoje, lutaram pela nossa liberdade, lutaram pelos nossos direitos, lutaram pela opinião individual. Temos que continuar a lutar por estes valores cívicos, humanos e os valores de abril nunca sejam esquecidos.

Que as gerações futuras tenham a plena liberdade de viveram uma vida de direitos sem opressões, com direito a opiniões individuais.

Sou ainda muito jovem e sinto-me grato por há 46 anos terem conquistado o que tenho hoje, terem lutado para que as futuras gerações tenham um país livre.

Muitos falaram esta semana em cancelar as comorações solenes do 25 de Abril, na Assembleia da República. Mais uma vez é preciso cuidado com o desviar de atenções para com o 25 de Abril, pois é direito de um povo comemorar o que trouxe a democracia e a liberdade ao país e o que voltou a dar a voz ao povo. Não é um vírus que vai anular o que se conquistou há 46 anos.

Seja qual for a situação, o 25 de Abril tem de ser honrado e tem de ser honrado quem lutou pela liberdade.

O Povo é quem mais ordena e ninguém pode calar o povo, nem ninguém pode fechar “As portas que abril Abriu”.

Nós somos os filhos da Liberdade. Lutemos por um 25 de Abril Sempre…

Deixe um comentário